21 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Com Covid-19, comandante da Aman não participa de cerimônia de entrega do...

Com Covid-19, comandante da Aman não participa de cerimônia de entrega do Espadim, em Resende


General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel está em isolamento domiciliar. Cerimônia contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro que criticou a Venezuela e a Argentina, sem citar nominalmente os países. Mais de 400 cadetes participam de cerimônia do Espadim na Aman, em Resende
Reprodução/ Tv Brasil
O comandante da Academia Militar das Agulhas Negras, o General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel, não esteve presente na cerimônia de entrega do Espadim aos cadetes neste sábado (17).
Segundo informou a Aman, ele testou positivo para novo coronavírus e esta cumprindo isolamento domiciliar, respeitando os protocolos recomendados pelos órgãos de saúde.
Este seria o primeiro Espadim do General de Brigada Paluo Roberto Rodrigues Pimentel, após assumir o comando da Aman. Ele é o 44º a comandar a academia, localizada em Resende (RJ).
General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel
Divulgação/Aman
A cerimônia contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro que, durante o discurso aos cadetes, criticou a Venezuela e a Argentina, sem citar nominalmente os países.
“Hoje, assistimos um país mais ao Norte, onde as suas Forças Armadas resolveram enveredar por outro caminho. A liberdade, aquele povo, nosso irmão, perdeu. Mais ao Sul, um outro país, parece querer enveredar por outro caminho. Peço a Deus que esteja errado. Peço a Deus que salvem nossos irmãos mais ao Sul”.
Bolsonaro não disse a quais países se referia, mas reiteradamente faz críticas aos governos da Venezuela, que fica ao Norte do Brasil, e da Argentina, ao Sul.
Estiveram presentes no evento o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, o vice-presidente, Hamilton Mourão, o ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, além de deputados federais e o prefeito de Resende, Diogo Balieiro Diniz.
Inicialmente prevista para agosto, a entrega aos cadetes da réplica reduzida da espada de Duque de Caxias, Patrono do Exército Brasileiro, precisou ser adiada para outubro por conta da pandemia da Covid-19.
O número de convidados ficou restrito a quatro convidados por cadete e o tradicional baile de gala do Espadim não foi realizado.
Veja nota na íntegra
A AMAN comunica que o Comandante da Academia, General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel, testou positivo para o coronavírus.
Apesar do bom quadro de saúde, Gen Pimentel se mantém em casa, respeitando os protocolos recomendados pelos órgãos de saúde.
Por esse motivo, ele teve de se ausentar da formatura de entrega do Espadim aos cadetes, realizada neste dia 17 de outubro. Entretanto, o evento, que já havia sido adiado por dois meses em razão da pandemia, aconteceu com o cumprimento efetivo das medidas sanitárias preventivas, tendo em vista a preocupação da AMAN para com a integridade física dos cadetes e seus familiares, dos demais militares e de toda a comunidade do sul flumimense, onde a Academia encontra-se localizada.
Por último, a AMAN enfatiza que segue com todos seus protocolos de saúde com o único objetivo de mitigar casos da doença na instituição.
A AMAN segue à disposição para demais esclarecimentos.
Bolsonaro chega ao Sul do Rio, visita posto da PRF e acena para motoristas na Dutra
Bolsonaro caminha até casa lotérica e causa aglomeração
VÍDEOS: as notícias do RJ1 de sábado

- Advertisement -

Conecte

0FansLike
10FollowersFollow