28.8 C
Rio de Janeiro
Home Economia Preços do petróleo fecham em queda nesta segunda após reunião da Opep+

Preços do petróleo fecham em queda nesta segunda após reunião da Opep+

Investidores também se preocupam com o aumento no número de casos de Covid-19 em todo o mundo. Os preços do petróleo recuaram nesta segunda-feira (19), diante de preocupações com o aumento no número de casos de Covid-19 em todo o mundo e de um plano da Líbia para aumentar sua produção, embora expectativas de um pacote fiscal nos Estados Unidos tenham limitado as perdas.
Analistas também se mantiveram focados na reunião do comitê ministerial de monitoramento conjunto da Opep+ nesta segunda-feira. O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, disse que o comitê recomendou a manutenção do acordo do grupo para redução da oferta de petróleo.
Europa se mobiliza para conter segunda onda de infecções.
Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,31 dólar, a US$ 42,62 dólares por barril, enquanto os futuros do petróleo dos EUA (WTI) recuaram 0,05 dólar, para 40,83 dólares o barril.
A Arábia Saudita, principal membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), disse que ninguém deve duvidar do compromisso do grupo em fornecer suporte ao mercado, enquanto três fontes de países produtores afirmaram que um aumento de oferta projetado para janeiro pode ser revertido caso necessário.
A Opep+, grupo que reúne os membros da Opep+ e aliados como a Rússia, atualmente reduz sua produção em 7,7 milhões de barris por dia (bpd), ante cortes de 9,7 milhões de bpd promovidos anteriormente. Em janeiro, as restrições deverão ser flexibilizadas em mais 2 milhões de bpd.
“Não houve grandes surpresas na reunião da Opep+”, disse Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group em Chicago. “Eles falaram todas as coisas certas, mas não houve grandes surpresas, então o mercado permaneceu, de forma justa, praticamente estável.”
Assista as últimas notícias de economia

- Advertisement -