25.3 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Loja do Riocard volta a ter filas de passageiros com cartão bloqueado

Loja do Riocard volta a ter filas de passageiros com cartão bloqueado

Desde o início do mês, usuários têm ido à Central do Brasil para resolver o problema. Com o passe inoperante, pessoas são obrigadas a pagar passagens do próprio bolso — e muitas vezes perdendo o desconto do Bilhete Único. Passageiros reclamam de bloqueio no cartão Riocard Mais
Uma longa fila se formou nesta quarta-feira (21) na loja do Riocard na Central do Brasil. Desde o início do mês, passageiros têm ido à estação para trocar ou desbloquear cartões depois que, nas catracas, apareceu a mensagem de “bloqueado”.
As filas eram tanto para usuários que tiveram problemas com o novo Riocard Mais quanto para quem tentava trocar o antigo vale-transporte pelo novo cartão — único aceito em todos os meios de transporte.
“O serviço está interrompido desde a troca, há cinco meses. Moro em Bangu e estou pagando as passagens do meu bolso”, lamentou Tiago Nogueira, que estava na fila para tentar validar o cartão.
“Usei o cartão antigo durante quatro anos e nunca tive problemas, mas não é o que acontece com este novo. Além disso, várias unidades da Riocard não estão funcionando, o que obriga muita gente a vir até a Central, gerando aglomeração”, emendou.
Outros usuários do Riocard também reclamaram.
“Coloquei R$ 200 de recarga. Quando fui passar na roleta, apareceu o aviso de ‘cartão corrompido'”. reclamou o desempregado Ney Gil do Nascimento.
O que diz o Riocard
Segundo o Riocard, “não é necessário ter pressa”.
“Decidimos reiniciar a troca dos cartões vale-transporte. Mas diferente de outras fases, vamos fazer a troca apenas nas lojas Riocard Mais — todas elas seguem os protocolos sanitários e de segurança para o momento que estamos vivendo. É importante dizer que não precisa ter pressa: ainda não está definida a data de término da troca”, afirmou a gerente de Marketing d Riocard Mais, Melissa Sartori.
A troca não pode mais ser feita nas estações da Supervia e do Metrô, como acontecia anteriormente.
VÍDEOS: Os mais assistidos no G1 nos últimos dias:

- Advertisement -