27.6 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Polícia do RJ fecha farmácias suspeitas de serem usadas por milicianos para...

Polícia do RJ fecha farmácias suspeitas de serem usadas por milicianos para 'lavar' dinheiro

Em estabelecimentos nas zonas Norte e Oeste do Rio também foram encontrados anabolizantes de uso controlado e sem certificação da Anvisa. Milícia domina rede de farmácia e traficantes impedem conserto de gás
A polícia do Rio fechou oito farmácias e dez pessoas acabaram detidas durante uma operação da Delegacia de Crimes contra o Consumidor, nesta quarta-feira (21). As ações ocorreram nas zonas Norte e Oeste da cidade.
Dentro de algumas das lojas, os policiais encontraram anabolizantes e medicamentos de uso controlado sem autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Mas, além disso, a investigação da unidade especializada aponta que os estabelecimentos podem estar sendo usadas por milicianos para lavar dinheiro do crime.
As investigações começaram a partir de denuncias de fiscais do Conselho Regional de Farmácia, que diziam estar sendo impedidos de fiscalizar lojas em áreas controladas pela milícia, em Campo grande e Santa Cruz, na Zona Oeste. Os fiscais dizem que a intimidação aumentou em 2019 e que, em pouco mais de um ano, receberam 60 ameaças de morte.
“A gente está analisando a conduta de cada uma. Quem é o responsável, se é farmacêutico, se é dono do estabelecimento… Mas é importante frisar que a investigação prossegue. Essa é uma primeira fase. As oitivas estão sendo colhidas e a análise jurídica será feita ao longo do dia”, explicou o delegado André Neves.
Além disso, a polícia também tá investigando a denuncia de que traficantes do Complexo do Chapadão, na Zona Norte, estão impedindo o fornecimento de gás de um condomínio. Segundo moradores, o gás foi cortado pela concessionária Naturgy no sábado, depois de um vazamento no prédio.
“Eles informaram que iam efetuar os procedimentos de reparo, só que foram abordados por bandidos daqui da comunidade do Chapadão e, devido a isso, não conseguiram fazer o reparo e, por consequência, estamos até agora sem abastecimento de gás”, disse um morador que pediu para não ser identificado.
De acordo com a denúncia, os bandidos querem manter a rede fechada para obrigar as famílias a comprar botijões vendidos pelos próprios traficantes. Assim, os moradores precisam tentar auxílio de alguma forma com parentes mais próximos, mas a situação está ficando cada vez mais difícil.
Em nota, a Naturgy confirmou que houve ameaça a uma equipe e que os funcionários foram impedidos de trabalhar. A empresa disse que registrou o caso na delegacia e que também pediu ajuda à Secretaria de Polícia Militar, que teria dito que não poderia garantir a segurança dos funcionários.
Também e nota, A PM disse que não recebeu nenhum pedido de ajuda da Naturgy.

- Advertisement -