27.6 C
Rio de Janeiro
Home Economia Dólar opera em leve alta com dúvidas sobre novos estímulos nos EUA

Dólar opera em leve alta com dúvidas sobre novos estímulos nos EUA


Na quarta-feira, moeda norte-americana fechou em queda de 0,05%, a R$ 5,6095. Notas de dólar
Reuters/Dado Ruvic
O dólar opera com pequenas variações nesta quinta-feira (22), refletindo a cautela dos mercados internacionais diante de apostas arriscadas em meio à alta nos casos de Covid-19 na Europa e à incerteza sobre um novo pacote de estímulo fiscal nos Estados Unidos.
Às 9h20, a moeda norte-americana subia 0,22%, vendida a R$ 5,6217. Veja mais cotações.
Na quarta-feira, o dólar fechou em queda de 0,05%, a R$ 5,6095. Com o resultado, passou acumular no mês recuo de 0,15%. No ano, tem valorização de 39,89%.
O Banco Central fará nesta quinta-feira leilão de swap tradicional para rolagem de até 12 mil contratos com vencimento em abril e julho 2021, destaca a Reuters.
or que o real é a moeda que mais desvalorizou em 2020
Cenários
Lá foram, as atenções seguem voltadas para impasse sobre um novo pacote de estímulo nos Estados Unidos. As negociações sobre um novo projeto de lei de auxílio à crise do coronavírus sofreram um revés na quarta-feira, quando o presidente Donald Trump acusou os democratas de não estarem dispostos a fazer um acordo aceitável, apesar de relatos de algum progresso no início do dia.
Trump, que tem pedido mais estímulo conforme segue atrás de seu rival democrata nas pesquisas eleitorais, criticou a presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, no Twitter após ela ter defendido uma proposta de cerca de 2 trilhões de dólares junto ao secretário do Tesouro, Steven Mnuchin. Não estava claro se as negociações iriam continuar ou ficar em suspenso até depois das eleições presidenciais e parlamentares de 3 de novembro.
Permanecem também as preocupações com o aumento dos casos de coronavírus no mundo. Os casos de Covid-19 avançavam na Europa, com a Espanha se tornando o primeiro país da Europa Ocidental a ultrapassar 1 milhão de infecções e a Itália registrando um salto recorde de casos diários.
Os investidores aguardam também a divulgação dos números sobre novos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA.
No cenário local, o foco continua nas incertezas sobre a sustentabilidade das contas públicas e andamento da agenda de reformas em meio à pandemia.
Último debate entre os candidatos que disputam a presidência dos EUA ocorre nesta quinta (22)
Variação do dólar em 2020
G1
Assista às últimas notícias de economia
n

- Advertisement -