- Advertisement -
26.9 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Mergulhadores fazem limpeza de reservatórios na Estação de Tratamento de Água da...

Mergulhadores fazem limpeza de reservatórios na Estação de Tratamento de Água da Prolagos


Procedimento inovador é realizado com os taques cheios e não impacta abastecimento dos municípios atendidos pela concessionária Os reservatórios da Estação de Tratamento de Água (ETA) da Prolagos passaram por procedimento inovador de limpeza com auxílio de uma equipe de mergulhadores especializados. A medida, que faz parte da preparação da concessionária para o verão, foi executada com os tanques cheios e a unidade em plena operação, evitando desperdícios, sem impactar a produção e com a distribuição de água normalizada para os municípios atendidos pela empresa.
Mergulhador utiliza equipamento especial.
Prolagos
O trabalho é semelhante à limpeza de piscina, com a aspiração do material sedimentado. No lugar da haste, é o mergulhador quem guia o equipamento garantindo a efetividade da ação. Para evitar qualquer tipo de contaminação, o especialista usa uma vestimenta impermeável, hermeticamente fechada sobre um macacão térmico de Neoprene. Na cabeça, uma máscara full face, espécie de capacete integralmente vedado, completa a proteção. Nele estão acopladas uma câmera de vídeo, lanterna e microfone. Essa estrutura se comunica com a superfície através de um duto que assegura a livre respiração e permite resistir à pressão da água.
Todo o trabalho é acompanhado por um mergulhador supervisor, que de fora do reservatório monitora o serviço e assiste em tempo real ao que está acontecendo embaixo d’água, garantindo a segurança da operação. Essa comunicação permite a solicitação de alguma ferramenta ou de mais mangueira para ampliar a área de atuação. Para redobrar os cuidados, os mergulhadores contam ainda com a técnica de toque por meio de uma mangueira umbilical, se a comunicação por voz falhar, o profissional faz contato movimentando esta mangueira.
Apoio de equipe externa garante a segurança do profissional
Prolagos
Com a técnica, o reservatório composto por três câmaras com capacidade total de 3,6 milhões de litros de água, o equivalente a duas piscinas olímpicas, foi higienizado em apenas dois dias.
“Um dos diferenciais deste tipo de trabalho é a agilidade e é por isso que investimos em inovação na Prolagos para que as operações sejam feitas com eficiência e segurança, garantindo qualidade e evitando qualquer tipo de contratempo para o usuário”, comenta o diretor executivo da Prolagos, José Carlos Almeida, lembrando que não houve parada na produção ou distribuição de água durante todo o serviço.

- Advertisement -