- Advertisement -
29.1 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Coronavírus: ocupação de leitos de UTI chega a 97% no Rio

Coronavírus: ocupação de leitos de UTI chega a 97% no Rio

Pela primeira vez desde junho, considerado o período crítico da pandemia do novo coronavírus por aqui, a rede SUS da cidade do Rio dispõe de mais pessoas na fila por uma vaga de UTI para Covid-19 do que leitos disponíveis. Dados da secretaria municipal de Saúde desta terça (24) dão conta de que há 513 internados em leitos de UTI na rede pública da capital, que abarca unidades municipais, estaduais e federais, atingindo uma ocupação de 93%. Entretanto, 73 pessoas esperam transferência para alguma das 39 vagas restantes.

+Covid-19: Projeto de lei prevê exigência de vacina nas escolas do Rio

De acordo com a secretaria, a taxa de ocupação de leitos de enfermaria no SUS é de 70%, enquanto nas unidades geridas exclusivamente pela prefeitura, a ocupação na terapia intensiva é de 97%.

A despeito do cenário, o governo do estado e a prefeitura anunciaram na segunda (23) a abertura de 214 leitos para pacientes com Covid-19. Nos leitos disponíveis para a doença em toda a rede SUS da capital — que abarca leitos de unidades municipais, estaduais e federais —, há lotação de 87% (485 pessoas) nas vagas de UTI, onde ficam os casos mais graves, e de 70% (556 internados) nas enfermarias.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Segundo os dados do governo estadual desta terça (24), o estado do Rio registrou 113 mortes e 2 145 novos casos do novo coronavírus. Com isso, a média móvel chega ao oitavo dia em alta, com tendência de aumento no contágio da doença. O crescimento de 216% na média móvel de morte, em comparação a duas semanas atrás, é o maior desde 20 de abril.

 

 

Continua após a publicidade

- Advertisement -