23.7 C
Rio de Janeiro
Home Mundo A diplomacia brasileira corteja bloco de países asiáticos

A diplomacia brasileira corteja bloco de países asiáticos

O chanceler Carlos Alberto França vai promover nesta quarta um evento para se aproximar de países da Ásia. Mas quem logo pensa na China, da qual o Brasil tanto depende para a produção de vacinas contra a Covid-19, está enganado.

O ministro das Relações Exteriores oferecerá um almoço em homenagem aos embaixadores da Associação de Nações do Sudeste Asiático, no Palácio Itamaraty. Criada em 1967, a organização reúne Indonésia, Malásia, Filipinas, Cingapura e Tailândia, Brunei, Vietnã, Mianmar, Laos e Camboja.

Entre representantes diplomáticos estrangeiros, apenas os embaixadores desses países foram convidados. Ou seja, nada do chinês Yang Wanming no Itamaraty.