20.9 C
Rio de Janeiro
Home Mundo EUA cobram ‘comprometimento claro’ do Brasil contra desmatamento ilegal

EUA cobram ‘comprometimento claro’ do Brasil contra desmatamento ilegal

A secretária de imprensa dos Estados Unidos, Jen Psaki, afirmou nesta quarta-feira 14 que a Casa Branca espera ver um “comprometimento claro” do Brasil para acabar com o desmatamento ilegal, assim como um “sinal político” de que essa prática não será tolerada.

“Nós queremos, sim, ver um comprometimento claro para acabar com o desmatamento ilegal”, disse Psaki em entrevista coletiva. “[Esperamos] ações tangíveis para aumentar a fiscalização e um sinal político de que o desmatamento ilegal e a invasão não serão tolerados”.

O presidente Joe Biden convidou 40 líderes mundiais — Jair Bolsonaro entre eles — para participar de uma Cúpula do Clima nos próximos dias 22 e 23. Ao ser questionada sobre o teor das discussões que será realizada pelo governo americano na próxima semana, a assessora respondeu que haverá uma abordagem geral, sem reuniões bilaterais entre os líderes. “Nós respeitamos totalmente a soberania do Brasil e valorizamos a chance de poder participar em conversas construtivas para trabalharmos juntos”, disse.

A secretária de imprensa afirmou ainda que os Estados Unidos acreditam que uma meta realista seria “atingir uma redução real do desmatamento até o final da temporada de incêndios de 2021”.

No último domingo 11, o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, afirmou em transmissão online do grupo Parlatório que o tema ambiental é importante para que o governo brasileiro conserve o apoio americano para seu ingresso na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

“O tema ambiental é importante também para esta agenda (de entrada) da OCDE”, disse Chapman.

O Departamento de Estado americano também já deixou claro que a Casa Branca espera demonstrações fortes e rápidas de que pode construir uma relação de confiança com o governo de Jair Bolsonaro no tema ambiental. Os americanos pedem ações concretas imediatas, com resultados palpáveis ainda neste ano. A longo prazo, o objetivo é garantir que a administração brasileira acabe totalmente com o desmatamento ilegal no país até 2030. 

Continua após a publicidade