23.1 C
Rio de Janeiro
Home Mundo Katia Abreu defende que uma mulher assuma Embaixada da Rússia

Katia Abreu defende que uma mulher assuma Embaixada da Rússia

A senadora Katia Abreu (PP-TO), que assumiu neste ano a presidência da Comissão de Relações Exteriores e Defesa do Senado, está empenhada em aprovar o nome de embaixadoras para cargos estratégicos da diplomacia brasileira, que nunca foram ocupados por mulheres. Um dos postos que está na mira da senadora é o da Embaixada da Rússia. Para ter mais mulheres em cargos importantes, a senadora contou ao Radar Econômico que fez um acerto com o chanceler Carlos Alberto França para que sejam promovidas mais mulheres e que até o primeiro semestre do próximo ano elas representem 30% do total de embaixadores. Hoje elas representam apenas 15% dos diplomatas em topo de carreira no Itamaraty. “Mas eu quero que as promoções comecem já, não no próximo ano. Só tem homem nas sabatinas”, disse a senadora. A comissão presidida por Katia Abreu é que define a pauta para sabatina e aprovação de nomes a cargos em embaixadas brasileiras. 

Na semana passada, em entrevista à coluna, a embaixadora Irene Gala contou que, ao longo dos anos, a única exceção de uma mulher em cargos de prestígio da carreira foi durante a gestão do chanceler Celso Amorim que nomeou uma mulher para ser embaixadora na ONU. Hoje as mulheres estão em cargos em países pequenos e em sua maioria na África.

+No atual ritmo, igualdade na diplomacia brasileira só em 2075