16 C
Canoas
Home Rio de Janeiro Músico de Barra Mansa ganha bolsa para estudar em Israel: 'Uma questão...

Músico de Barra Mansa ganha bolsa para estudar em Israel: 'Uma questão de persistência'


Após participar de concorrido processo, Pedro Henrique Bayer Valente, de 24 anos, foi aceito para o curso de Bacharelado em música na Buchmann-Mehta School of Music em Tel Aviv. Músico de Barra Mansa conquista bolsa de estudos na maior universidade de Israel
Considerado um dos instrumentos mais difíceis, para tocar o oboé o músico precisa de muito fôlego e concentração. E isso foi o que não faltou ao longo da vida do oboísta Pedro Henrique Bayer Valente. Aos 24 anos, o músico de Barra Mansa deu um grande passo na carreira e conquistou uma bolsa para estudar em Isarael.
Após participar de um concorrido processo seletivo, Pedro foi aceito para o curso de bacharelado em música na Buchmann-Mehta School of Music em Tel Aviv. A previsão é que ele embarque para o país em outubro.
“A oportunidade de estudar em Israel surgiu quando a gente estava no meio da pandemia. Por conta disso, Israel abriu o processo seletivo com a opção de fazer online. Já era um lugar que eu tinha em mente em estudar. Então, não pensei duas vezes em aproveitar a oportunidade”, explicou o músico.
Músico de Barra Mansa ganha bolsa para estudar em Israel
Pedro Bayer/Arquivo Pessoal
“Uma questão de persistência”
Para Pedro, a chance de estudar em Tela Aviv é muito importante pela experiência que poderá adquirir durante o curso. Mas, mais do que isso, ele conta que também representa uma superação em busca de um sonho.
“Essa oportunidade de estudar fora é muito importante pra mim, é uma questão de persistência. Porque comecei muito cedo e sempre estudei bastante. Tive uma infância que eu aproveitei, mas eu sempre estudei muito e sempre tive esse pensamento de poder estudar fora”, contou.
Mas, para chegar até aqui, Pedro percorreu um longo caminho. Ele conta que o interesse pela música começou quando ainda era criança, através de um projeto social em Barra Mansa.
Músico de Barra Mansa ganha bolsa para estudar em Israel: ‘Uma questão de persistência’
Pedro Bayer/Arquivo Pessoal
“Tive o primeiro contato com a música com seis anos de idade. Comecei as aulas no Projeto Música nas Escolas e, após 10 anos, passei a ser integrante da academia juvenil da Petrobras Sinfônica, com 16. Através desses dois projetos fiz toda minha base musical”, relembra o artista.
Para se especializar, ele escolheu o oboé, instrumento de sopro originado no Oriente Médio. Após anos de experiência, os laços com o mundo da música só estreitaram e ele começou a alcançar notas maiores e mais difíceis.
“Em meados de 2017, eu fui aprovado para a orquestra jovem do estado de São Paulo. No ano seguinte, fui complementado com uma bolsa de estudos em uma das maiores escolas de música da América Latina, a Academia de Música da Osesp [Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo]”.
Com a afirmação na carreira, os frutos do trabalho começaram a surgir. Pedro se apresentou em festivais de música, participou de recitais na Sala São Paulo (sede da Osesp e uma das mais importantes casas de concerto do país), e venceu o concurso online do Festival Internacional de Música em Casa (Fimuca).
Também teve a oportunidade de ter aulas com grandes oboístas como o suíço Albrecht Mayer.
Músico de Barra Mansa, Pedro Bayer, ao lado do oboísta suíço Heinz Holliger
Pedro Bayer/Arquivo Pessoal
Pedro conta que sempre teve interesse de estudar fora, mas a oportunidade da bolsa em Israel surgiu durante a pandemia.
Para ser aceito, ele precisou passar por um processo que contou com mais de uma etapa entre provas técnicas, com apresentação musical, teste para medir o nível de seu conhecimento em inglês e uma entrevista por vídeo.
“A primeira fase foi de vídeos, nos quais são feitas as provas. Cerca de cinco ou seis vídeos. Bem complicado, bem difícil. Levei um tempo para gravar. Fui aprovado nesta primeira fase, aí a segunda fase eu tive que fazer uma entrevista com os diretores da universidade. Depois, tive que fazer uma prova de proficiência em inglês. Essa foi a última etapa. Deu tudo certo, aí eles me mandaram a carta de aceitação, falando que eu tinha ganhado 100% de bolsa”, detalhou o músico.
Apesar de conseguir a bolsa, ele terá que arcar com outras despesas ao longo desses quatro anos, período de duração do curso de Bacharelado em música na Buchmann-Mehta School of Music em Tel Aviv.
“Mesmo com a bolsa, terei que arcar com algumas despesas em Israel. Com visto de estudante, não terei permissão para trabalhar no pais. E terei gastos como transporte, seguro saúde, alimentação e materiais de manutenção de palheta e instrumento”, explicou Pedro.
Para tentar levantar os recursos financeiros necessários para viabilizar a viagem e os custos da vida no país, ele lançou uma “vaquinha virtual”, através da qual as pessoas podem fazer doações e ajudá-lo a concretizar seu objetivo.
Músico de Barra Mansa ganha bolsa para estudar em Israel
Pedro Bayer/Arquivo Pessoal
Clique aqui e siga o G1 no Instagram
VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul

- Advertisement -

Conecte

0FansLike
7FollowersFollow