18.5 C
Canoas
Home Política No 7 de Setembro, as ausências falam mais que as presenças

No 7 de Setembro, as ausências falam mais que as presenças

Na manifestação desta terça , 7, os ausentes são mais eloquentes do que os presentes. Num dia importante no qual se comemora a independência do país, autoridades decidiram não comparecer à cerimônia oficial que acontece todos os anos.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, não estavam no momento do hasteamento da bandeira neste feriado. Um recado claro de discordância com o que vem sendo feito pelo atual governo.

No Twitter, Pacheco marcou a diferença e deixou uma mensagem contundente: “Ao tempo em que se celebra o Dia da Independência, expressão forte da liberdade nacional, não deixemos de compreender a nossa mais evidente dependência de algo que deve unir o Brasil: a absoluta defesa do Estado Democrático de Direito”, escreveu o senador.

Eleito com o apoio do governo, Pacheco se posiciona contra o presidente num momento em que Bolsonaro precisa muito do Senado para colocar em ação a sua pauta econômica.

Da mesma forma, a ausência do ministro Fux é um protesto silencioso contra um governo que vê manifestantes apoiando o fechamento do STF e nada faz para acalmar os ânimos da população.

Os protestos ofuscaram a grandiosidade do 7 de setembro. Num dia em que o foco deveria ser a celebração da independência do Brasil, o povo se vê envolvido em uma confusão liderada pelo próprio presidente do país.

- Advertisement -

Conecte

0FansLike
7FollowersFollow