23.4 C
Rio de Janeiro
Home Notícias Black Mirror: A série da Netflix que foca nos temas obscuros da...

Black Mirror: A série da Netflix que foca nos temas obscuros da tecnologia

A tecnologia foi criada para acrescentar e beneficiar a vida das pessoas, mas você
já parou pra pensar em como ela pode também nos afetar negatiamente? Rafael
Libman é um fã de carteirinha da série Black Mirror, e hoje nos trouxe sua opinião
sobre ela, vem ver:

Rafael Libman nos conta que a série sempre costuma deixá-lo desconfortável. Black
Mirror dispõe de uma antologia que centra os temas obscuros acerca da tecnologia
de forma satírica mostrando como o uso desenfreado de tecnologia e a forma que
ela interfere em nossas vidas de forma direta nos transforma e nos torna escravos
do consumo.

Rafael Libman ressalta que cada episódio é um filme independente, trazendo
épocas e cenários diferentes. Sua crítica se dá a sociedade que mesmo sentindo
incômodo e desespero ao assistir, celebra todos os avanços que a tecnologia
apresenta. Afinal, a realidade que Black Mirror mostra, nada mais é que uma
premonição do nosso futuro (comparando com nossas ações nos dias de hoje).

A série apresenta os prováveis e possíveis avanços da tecnologia, tendo como
principal foco as consequências, como por exemplo: a forma que as pessoas se
descartam, como a importância dos likes nas redes sociais nos torna irracionais e
principalmente a falta de empatia e o ódio gratuito que as pessoas dispõem e
entregam na internet.

Libman completa dizendo que a série nos faz pensar, tentando de alguma forma nos
conscientizar, visando utilizar a tecnologia com cautela, não deixando que consuma
nossa humanidade e altere nossos valores.

Rafael Libman conclui convidando a todos a assistir a série e pensar acerca das
críticas fornecidas, sendo pautas totalmente válidas e importantes. A antologia de
suspense e ficção científica “Black Mirror” está disponível na Netflix e Rafael Libman
assegura que todos os enredos te farão sentir algo, seja repulsa, medo,
reconhecimento ou até mesmo desespero. Vale a pena conhecer!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here