17.6 C
Rio de Janeiro
Home Notícias Como o vinho chegou ao Brasil?

Como o vinho chegou ao Brasil?

O vinho é um companheiro constante em ocasiões e eventos nas casas brasileiras, mas esse apreço e constância não surgiu do nada, afirma Marco Antonio Carbonari, especialista em vinhos fala à nossa redação como o vinho chegou ao Brasil. O vinho é marca registrada em inúmeras festas e confraternizações, é sinal de requinte e sabor, não pelo preço em si, mas sim pelo ótimo gosto que a bebida exala.

Essa resposta, a princípio, parece ser muito fácil, obviamente, o vinho chegou ao Brasil junto da família real ou antes, com certeza, com os primeiros colonizadores que vieram para a Terra de Santa Cruz. Porém, há caminhos a serem percorridos para entender esta trajetória.

Marco Antonio Carbonari é um especialista em vinhos, dono de uma vinícola localizada no interior de São Paulo, a Villa Santa Maria é obra de uma tradição familiar de tamanha qualidade que se tornou um empreendimento. Além disso, o empresário fabrica os melhores vinhos, imbuídos de qualidade e sabor, tendo todo esse arcabouço histórico e acerca da produção dos vinhos, o empresário fala à nossa redação sobre a chegada do vinho no território brasileiro.

Acerca da história por trás da chegada do vinho do Brasil, com a Europa consumindo vinho há séculos, com certeza os primeiros portugueses que chegaram ao território traziam consigo garrafas de vinho, ressalta Marco Antonio Carbonari, mas o mais impressionante era a faixa de 65 mil litros de vinho contidos nas caravelas, sinal do apreço e a qualidade da bebida difundida na Europa.

Contudo, em relação à bebida, estudiosos dizem que o vinho não estava em suas melhores condições, pelo contrário, encontrava-se oxidado por conta das más condições de armazenamento que obteve na viagem, o que não agradou em nada o gosto dos nativos, que imediatamente cuspiram a bebida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here