23.3 C
Canoas
HomeRio de JaneiroNúmero de cariocas com a 2ª dose em atraso cai 40% em...

Número de cariocas com a 2ª dose em atraso cai 40% em uma semana, mas vacinação de adolescentes segue sem previsão


Esta semana, a Prefeitura do Rio começou a aplicar a dose de reforço em idosos asilados. O número de cariocas que já deveriam ter tomado a segunda dose da vacina da Covid mas ainda não compareceram aos postos caiu 40% em apenas uma semana, segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz. Mas, com estoques baixos, a capital não tem previsão de retomar o calendário dos adolescentes — interrompido na quarta-feira (1º).
O aumento na imunização foi observado depois que a Prefeitura do Rio anunciou a exigência do comprovante vacinal para acesso a locais de uso comum, como cinemas, academias e pontos turísticos (veja a lista abaixo). O “passaporte” seria exigido já esta semana, mas, por instabilidades no ConecteSUS, o município adiou o início da cobrança para o dia 15.
“Foi muito impressionante a corrida para tomar a primeira dose e a segunda dose de pessoas que estavam com a vacina atrasada. A gente não esperava um resultado tão positivo em relação a isso”, disse Soranz.
Também ao longo desta semana, o número de internados baixou 10%, e a fila de espera por leitos zerou.
Esta semana, a Prefeitura do Rio começou a aplicar a dose de reforço em idosos asilados. Suspensa na quinta, a segunda dose da CoronaVac volta neste sábado (4). E na segunda-feira que vem (6), parentes de idosos acamados em casa devem agendar a visita para a imunização em um link a ser criado na página da secretaria.
Aplicativo ConecteSUS
Eduardo Pierre/G1
Quais são os locais de uso coletivo?
academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais;
vilas olímpicas, estádios e ginásios esportivos;
cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação;
atividades de entretenimento, exceto quando expressamente vedadas;
locais de visitação turística, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in;
conferências, convenções e feiras comerciais.
O decreto determina que cada estabelecimento deverá realizar o controle de entrada, desde que não gere aglomeração.
Bares, restaurantes, shoppings e lojas não foram incluídos no decreto e têm entrada livre — desde que respeitando as regras de distanciamento social já em vigor.
Como baixar o ConecteSUS?
O aplicativo está disponível tanto em sistemas Android e iOS. É necessário ter uma conta no portal gov.br, que dá acesso a diferentes serviços do governo federal.
Uma vez conectado, basta clicar em Vacinas no campo Ação rápidas; em seguida, Carteira de Vacinação Digital. Se preferir, imprima o documento.
A prefeitura também tinha condicionado à verificação da situação vacinal a realização de qualquer cirurgia eletiva e o pagamento do Cartão Família Carioca.
Datas-limite
Fiscalização das datas da segunda dose no Rio de Janeiro
Reprodução
A prefeitura também preparou um calendário com os prazos para tomar a segunda dose. O cronograma foi calculado observando o intervalo máximo de três meses entre as duas aplicações.
Um exemplo: um carioca de 65 anos tem até 15 de setembro para tomar a segunda dose. Já uma carioca de 30 anos precisa ter se revacinado até 15 de novembro.
Depois dessas datas, não será mais possível dar a desculpa de que ainda não chegou a sua vez.

- Advertisement -spot_img

Conecte

0FansLike
7FollowersFollow