20.9 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Agora é lei: tatuagens e piercings em animais rendem até 3 anos...

Agora é lei: tatuagens e piercings em animais rendem até 3 anos de prisão

O governador em exercício Cláudio Castro sancionou a lei que proíbe tatuagens e piercings em animais domésticos e silvestres. A partir de agora, aqueles que forem flagrados cometendo maus-tratos responderão na Justiça sob pena de até três anos de prisão. A medida foi publicada no Diário Oficial desta terça (20). Segundo o governador, a medida busca a preservação da saúde e bem-estar dos animais.

+Por que as terapias alternativas estão ganhando espaço no mundo pet?

+Covid-19: pelo terceiro dia, média móvel de mortes bate recorde no Rio

De acordo com o texto, a lei protege a saúde dos animais, pois existem riscos durante a sedação e há possibilidade de infecções durante o processo de cicatrização, além de queimaduras e irritações crônicas. Em relação aos piercings, além do estresse, há chance de acidentes ao se prender o objeto em superfícies, podendo causar cortes ou mesmo agravar ferimentos em situação de conflitos com outros animais.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade