27.5 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Carinhoso é a música brasileira mais regravada no país, mostra Ecad

Carinhoso é a música brasileira mais regravada no país, mostra Ecad

Novo levantamento efetuado pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) revela mudança na liderança do ranking das músicas brasileiras mais regravadas no país. A canção Carinhoso, de Pixinguinha e Braguinha, superou Aquarela do Brasil, de Ary Barroso.

+ Casa do Choro promove festival on-line com shows e aulas sobre o gênero

Segundo a pesquisa, Carinhoso possui 411 gravações cadastradas no banco de dados do Ecad, considerado um dos maiores da América Latina, e é a música mais escolhida por intérpretes de todo o país. Nomes reconhecidos da cena brasileira como Marisa Monte, Paulinho da Viola e Elis Regina são alguns que já realizaram versões da canção. 

+ Claudio Lins celebra repertório teatral de Chico Buarque em shows on-line

Aquarela do Brasil tem 409 e ocupa a segunda posição no ranking. Em setembro de 2020, as duas músicas lideravam a lista das mais gravadas, com 404 gravações cada. Na lista das cinco primeiras colocadas aparecem também Garota de Ipanema, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes (402 gravações), Asa branca, de Humberto Teixeira e Gonzagão (316 gravações), e Manhã de carnaval, de Luiz Bonfá e Antônio Maria (290 gravações).

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Entre as 15 primeiras músicas do ranking, oito são de autoria do compositor Tom Jobim: além de Garota de Ipanema, aparecem Eu sei que vou te amar, Corcovado, Wave, Chega de Saudade Desafinado, Insensatez e A felicidade.

Confira o ranking:

  1. Carinhoso – Braguinha/Pixinguinha – 411
  2. Aquarela do Brasil – Ary Barroso 409
  3. Garota de Ipanema – Tom Jobim/Vinicius de Moraes – 402
  4. Asa branca – Humberto Teixeira/Gonzagão – 316
  5. Manhã de carnaval – Luiz Bonfá/Antonio Maria – 290
  6. Eu sei que vou te amar – Tom Jobim/Vinicius de Moraes – 263
  7. Corcovado – Tom Jobim – 249
  8. Wave – Tom Jobim – 245
  9. Chega de saudade – Tom Jobim/Vinicius de Moraes – 240
  10. Desafinado – Tom Jobim/Newton Mendonça – 231
  11. As rosas não falam – Cartola – 220
  12. Insensatez – Tom Jobim/Vinicius de Moraes – 200
  13. O barquinho – Roberto Menescal/Ronaldo Bôscoli – 197
  14. O menino da porteira – Luizinho/Teddy Vieira – 191
  15. A felicidade – Tom Jobim/Vinicius de Moraes – 189
Continua após a publicidade