17.6 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Covid-19: Hemorio inicia estudo de tratamento com o plasma de vacinados

Covid-19: Hemorio inicia estudo de tratamento com o plasma de vacinados

O Hemorio inicia nesta semana um estudo que vai utilizar o plasma doado vacinados contra a Covid-19 para tratar pacientes em estágio inicial da doença. A primeira fase será de coleta dos doadores que já receberam as duas doses do imunizante, há pelo menos catorze dias.

Serão tratadas pessoas acima de 40 anos com quadro leve ou moderado e, ao todo, 380 pacientes das redes de saúde do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul participarão do estudo. Desse total, metade receberá a transfusão do plasma, para que seja comparada sua eficácia. Os grupos serão determinados por meio de um sorteio e os pacientes vão se recuperar em casa, com acompanhamento dos pesquisadores. O prazo previsto da pesquisa é de dois meses.

A técnica do uso do plasma convalescente (ou hiper-imune) começou a ser utilizada na epidemia da Gripe Espanhola, em 1918. Pesquisadores acreditam que o tratamento possa diminuir as taxas de internação dos pacientes, já que a vacina produz um tipo específico de anticorpo mais eficiente no combate ao vírus. “Nossa expectativa é que, caso os resultados sejam positivos, um tratamento eficaz, para as fases iniciais da doença, possa ser utilizado em número maior de pessoas”, afirma o diretor geral do Hemorio, Luiz Amorim.

Em 2020, o Hemorio e outras instituições do Rio e outros países realizaram pesquisa similar, mas com plasma de pessoas que haviam se recuperado da doença. Dados preliminares obtidos sugerem que a técnica pode ser eficiente para neutralizar o vírus logo no começo da infecção.

Continua após a publicidade