26 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Covid-19: mais de 700 pessoas aguardam por um leito de UTI no...

Covid-19: mais de 700 pessoas aguardam por um leito de UTI no Rio

Pelo sexto dia consecutivo o estado do Rio registrou recorde na fila de espera por leitos de Covid-19. O último dado da Secretaria estadual de Saúde, divulgado no domingo (28), indicou que há 710 pessoas aguardando uma vaga. No sábado (27) eram 678 pacientes e há dez dias, em 18 de março, 278.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Para os leitos de enfermaria, 279 pacientes aguardavam uma vaga, enquanto no sábado (27) eram 255. Há dez dias, 113 pessoas estavam nesta condição. A maior quantidade de pessoas na fila por um leito de enfermaria da doença atingiu 819, no dia 7 de maio do ano passado.

No estado, onze municípios (Belford Roxo, Bom Jesus do Itabapoana, Itaguaí, Itaperuna, Miguel Pereira, Nova Friburgo, Paraíba do Sul, Rio Bonito, Sapucaia, Teresópolis e Três Rios) estão com 100% de ocupação dos leitos de UTI. Outros cinco (Iguaba Grande, Miracema, Quissamã, Rio das Ostras e Saquarema) já ultrapassaram a capacidade máxima. Na capital, o índice atingiu 95%.

+ Confira o cronograma de vacinação de idosos acima de 67 anos

Continua após a publicidade

Vacinação

No município do Rio, a Secretaria Municipal de Saúde reforçou o atendimento nos postos de imunização e partir de segunda (29), os locais de drive-thru no Sambódromo, na região central do Rio e no Engenhão, no Engenho de Dentro, zona norte, que já vinham funcionando aos sábados, passaram a receber a população também de segunda a sexta, das 9h às 15h, como já acontece no Parque Olímpico, na Barra, zona oeste.

Além desses postos, o drive-thru da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, no Maracanã, zona norte, funciona nesta semana até a quinta (1º) aplicando a segunda dose para quem tomou a primeira no local.

+ Covid: pontos de vacinação são inaugurados no Hotel Fairmont e Jockey Club

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, disse que a vacinação atingiu 10% da população carioca e que nessa semana conforme o calendário todas as pessoas com mais de 70 anos na cidade do Rio de Janeiro vão receber o imunizante. “A meta no início deste mês de abril é que a gente consiga vacinar todas as pessoas com mais de 60 anos”, explicou.

Quem se dirigir aos postos para receber a vacina deve levar documento de identidade, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. Para a segunda dose, levar também o comprovante de vacinação da primeira dose.

Continua após a publicidade