34.9 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Covid-19: postos de saúde proíbem fotos e filmagens no ato da vacinação

Covid-19: postos de saúde proíbem fotos e filmagens no ato da vacinação

Em meio às polêmicas da “vacina de vento”, um cartaz fixado no polo sanitário Washington Luiz Lopes, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, impede que o ato da vacinação contra o novo coronavírus no local seja fotografado ou filmado. Segundo a prefeitura,  o cartaz é antigo.

Em Niterói, Petrópolis e na própria capital, suspeitas de falsas vacinações reveladas em função das gravações estão sendo investigadas pela polícia. No caso de São Gonçalo, a Secretaria Municipal de Saúde disse que após o “incidente”, os técnicos são incentivados a permitir as filmagens e informou que por lá não houve registros de falsas vacinações.

“O cartaz afixado na sala de vacinação é antigo e foi colocado na tentativa de preservar o servidor que não quisesse ser filmado. Ciente de que não se aplica neste momento, a direção da unidade já removeu o cartaz”, informou o comunicado.

Em São Gonçalo: nada de filmagem. Prefeitura diz que aviso é antigoLívia Torres/TV Globo/Reprodução

Na Zona Sul do Rio, o ponto do Planetário da Gávea também não permite o registro via imagem. Nesta terça (16), uma cidadã que levava a mãe para se vacinar foi impedida de fazer fotos. “Estou fora do Rio e pedi imagens para me certificar da vacinação, fiquei horrorizada ao saber disso”, disse a filha, que postou a informação numa rede social. “Pelos comentários e pelo que li, percebi que não se trata de um caso isolado”, acrescentou.

Post em rede social sobre vacinação no Rio: é proibido fazer fotoFacebook/Reprodução

Até o momento desta publicação, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio não informou por que não se pode fotografar nos postos.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade