27.8 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Covid-19: variante do Reino Unido é mais mortal e mais transmissível

Covid-19: variante do Reino Unido é mais mortal e mais transmissível

De acordo com um estudo publicado nesta quarta (10), no British Medical Journal (1), a variante B.1.1.7 do novo coronavírus, que foi identificada pela primeira vez no Reino Unido, está associada a um risco mais elevado de 64% mortalidade pela Covid-19.

O  estudo, feito no Reino Unido, comparou as taxas de mortalidade entre os pacientes infectados pela a variante B.1.1.7 do SARS-CoV-2  com as taxas de mortalidade entre os pacientes infectados pelas outras variantes do vírus causador da COVID-19. A conclusão alarmante do estudo foi que a variante B.1.1.7 apresenta, de fato, uma taxa de mortalidade significativamente maior nos pacientes COVID-19.

O estudo avaliou 54 906 pacientes com COVID-19 e a infecção pela variante B.1.1.7 levou a 227 mortes, em comparação a 141 mortes entre os pacientes infectados pelas outras variantes da COVID-19.

A variante B.1.1.7 do SARS-CoV-2 possui um número relativamente alto de mutações em seu código genético e algumas destas tornaram esta variante mais muito mais fácil de se espalhar.

De acordo com os pesquisadores deste estudo, esta variante é cerca de 40% -70% mais transmissível que as variantes dominantes anteriores.

Continua após a publicidade

Se tomarmos isso como verdade – que esta variante é mais mortal, além de ser mais contagiosa, isso só ressalta a necessidade de levarmos as vacinas o quanto antes para o maior número de pessoas em todo o mundo, uma vez que elas parecem ser eficazes contra esta variante.

 

Fonte:

  1. Risk of mortality in patients infected with SARS-CoV-2 variant of concern 202012/1: matched cohort study

BMJ 2021; 372 doi: https://doi.org/10.1136/bmj.n579 (Published 10 March 2021)

Cite this as: BMJ 2021;372:n579

Continua após a publicidade