22.6 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Pão de Açúcar ganhará circuito histórico para visitantes

Pão de Açúcar ganhará circuito histórico para visitantes

Nesta quarta (5), o Bondinho Pão de Açúcar e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) firmaram um acordo para criação de um circuito histórico pelo famoso cartão-postal da cidade.

+ Dia das Mães: Bondinho Pão de Açúcar faz promoção de ingresso a R$ 1,00

A iniciativa, prevista para o segundo semestre de 2021, contará com um trajeto a ser percorrido pelos visitantes ao longo dos mirantes do Bondinho Pão de Açúcar, que ganharão conteúdos e curiosidades históricas, destacando a trajetória do primeiro teleférico das Américas.

+ Museu do Amanhã reabre neste sábado (8) com ingressos gratuitos

“A história do Bondinho Pão de Açúcar se mescla com a história da cidade do Rio. Por isso, o Circuito Histórico promoverá um enriquecimento cultural e histórico para todos os visitantes que passarem pelo parque”, afirma Sandro Fernandes, CEO do Bondinho.

Um dos grandes símbolos cariocas, fundado em 1912, o local já recebeu mais de 46 milhões de visitantes ao longo dos anos. Idealizado pelo engenheiro Augusto Ferreira Ramos, o bondinho foi o terceiro teleférico a funcionar no mundo, e atualmente é o mais antigo em operação

Continua após a publicidade

+ Monitoramento da orla carioca ganha 14 novas câmeras Full HD; foco é o mar

“O Bondinho Pão de Açúcar é um símbolo não só carioca, como também do nosso país. Este acordo vai alavancar o turismo através da experiência e da interpretação deste patrimônio histórico e paisagístico”, afirma Olav Schrader, afirma o superintendente do Iphan no Rio.

A partir do acordo, serão desenvolvidos estudos para selecionar os mirantes e as informações que irão compor o circuito, disponível a todos que adquirirem o bilhete do parque.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

A visitação atualmente deve seguir as medidas segurança sanitária em combate à Covid-19, sendo obrigatório o uso de máscara, a aferição de temperatura na entrada e o distanciamento social nos espaços.

 

Continua após a publicidade