19 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Projeto de lei que propõe a extinção da Uerj é descartado pela...

Projeto de lei que propõe a extinção da Uerj é descartado pela Assembleia

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) se tornou alvo de um polêmico projeto de lei do deputado bolsonarista Anderson Moraes (PSL), que pede a extinção da instituição. A proposta foi descartada nesta quarta (26) pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), André Ceciliano (PT).

“Enquanto eu for presidente, não vota. É inconstitucional e isso seria atribuição do Poder Executivo”, afirmou Ceciliano durante a sessão, exaltando a universidade.

O projeto foi anunciado na terça (25) através das redes sociais de Moraes. No texto da proposta, ele afirma que “é nítido o aparelhamento ideológico de viés socialista na Universidade” e propõe a cessão dos bens móveis e imóveis da universidade para a iniciativa privada.

Em resposta ao deputado, personalidades e estudantes defenderam a instituição, considerada uma das dez melhores universidades brasileiras pelo Center for World University Rankings (CWUR).

O deputado federal Alessandro Molon, que concluiu o doutorado em Direito Público na Uerj nesta terça (25), foi um dos parlamentares que se posicionaram em prol da universidade. Através do Twitter, a cantora Teresa Cristina também expressou revolta contra a medida.

Moraes também se envolveu em outras polêmicas recentes, como ao propor uma ação popular que gerou a anulação do decreto da Prefeitura do Rio que estabelecia medidas restritivas contra a Covid-19. No ano passado, contas no Facebook vinculadas ao gabinete do deputado foram removidas pela plataforma devido a criação de perfis falsos.

Continua após a publicidade