26.8 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Shoppings do Rio promovem campanha para arrecadar materiais escolares

Shoppings do Rio promovem campanha para arrecadar materiais escolares

Até o dia 14 de março, onze shoppings do Rio terão pontos de doação de materiais escolares para crianças em situação de vulnerabilidade social. Itens novos ou em bom estado de conservação podem ser entregues, como cadernos, canetas, estojos, lápis, livros infantis e outros materiais.

+ Vamos pular: parque inflável gigante chega à Barra da Tijuca

Os estabelecimentos que participam da ação social, localizados no município e na Região Metropolitana do Rio, são: Bangu Shopping (Bangu), Carioca Shopping (Vicente de Carvalho), Caxias Shopping (Duque de Caxias), Passeio Shopping (Campo Grande), Pátio Alcântara (Alcântara), Santa Cruz Shopping (Santa Cruz), Shopping Grande Rio (São João de Meriti), Shopping Leblon (Leblon), São Gonçalo Shopping (São Gonçalo), Via Parque Shopping (Barra da Tijuca) e Recreio Shopping (Recreio).

+ Cristo Redentor terá Via Sacra na Semana Santa

Além disso, serão arrecadadas doações financeiras no valor de R$ 10,00 para compra, distribuição e recarga mensal de chips móveis de internet por um ano para alunos da rede pública.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

O objetivo da ação é facilitar o acesso à educação a crianças e adolescentes que não possuem recursos para acompanharem o ensino à distância, modelo adotado durante a pandemia. Segundo pesquisa da Defensoria Pública do Rio, que mapeou as dificuldades do regime especial domiciliar de ensino do ciclo básico, 54% dos alunos de todo o estado enfrentam problemas de acesso à internet.

+ Boa Praça abre filial onde funcionou o bar Astor, em Ipanema; veja projeto

As doações podem ser feitas acessando o QR code da campanha pelo site e redes sociais dos shoppings participantes e também em pontos sinalizados nos corredores dos estabelecimentos. Os materiais serão entregues a instituições sociais locais, cadastradas e selecionadas pelo Instituto da Criança.

 

 

Continua após a publicidade