17.6 C
Rio de Janeiro
Home Rio de Janeiro Universidade do Mar vai ajudar a recuperar a Baía de Guanabara

Universidade do Mar vai ajudar a recuperar a Baía de Guanabara

Nesta segunda (17), representantes da Secretaria de Estado da Casa Civil e de outros departamentos, a exemplo do Inea, realizaram uma vistoria técnica na Ilha de Brocoió e no imóvel tombado Solar del Rey, na Ilha de Paquetá. É que a Universidade do Mar prevê erguer ali nesse último um câmpus avançado em terra e um no mar na Ilha de Brocoió, ambos situados no Arquipélago de Paquetá.

+Covid-19: Rio regulariza aplicação da segunda dose da Coronavac

Do ponto de vista estratégico, o objetivo da Universidade do Mar é apoiar o processo de desenvolvimento socioeconômico com sustentabilidade ambiental do estado do Rio por meio da elaboração de um plano de recuperação ambiental integrada da Baía de Guanabara com metas a serem adotadas pelos órgãos públicos e empresas.

A Universidade do Mar tem por iniciativa apoiar uma inserção articulada do Brasil e do estado do Rio em diversas agendas internacionais, sobretudo ligadas à ONU. Até o momento, o projeto conta com o apoio institucional de mais de trinta departamentos e laboratórios de universidades públicas e privadas e outras instituições científicas, organizações da sociedade civil, entidades do setor pesqueiro e órgãos públicos.

+A arte de ser uma universidade e o caso da UFRJ

Entre os objetivos estão ainda promover o desenvolvimento das Ciências do Mar e da Economia do Mar (Economia Azul, ONU); projetos de monitoramento ambiental e de conservação da biodiversidade marinha como o boto-cinza (Sotalia fluviatilis), uma das espécies classificadas como ameaçadas de extinção, educação ambiental voltada à mentalidade marítima e costeira; apoio a projetos de extensão pesqueira e preservação do patrimônio histórico-cultural, além de cursos de pesquisa e extensão, capacitação de professores, etc.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

 

 

Continua após a publicidade