16 C
Canoas
Home Rio de Janeiro VÍDEO: Aglomeração e desrespeito às regras sanitárias continuam sendo frequentes na noite...

VÍDEO: Aglomeração e desrespeito às regras sanitárias continuam sendo frequentes na noite do carioca

Moradores de Botafogo, na Zona sul, dizem que situação ocorre todo fim de semana.Variante delta já atinge mais de 90% das amostras testadas de moradores do Rio. Aglomeração e desrespeito às regras sanitárias continuam sendo frequentes em Botafogo
Começa a noite e a pandemia parece que acabou em Botafogo, Zona Sul do Rio. Festas, bares cheios e desrespeito às regras sanitárias de combate à Covid. Em tempos normais, as imagens desta sexta-feira (4) refletiriam a alma carioca dos encontros na diversidade de opções noturnas.
Mas o Rio continua com risco alto de contágio da Covid em função da variante delta, a mais transmissível e que já corresponde a mais de 90% por casos das amostras testadas em pessoas que vivem na cidade.
Hoje, uma em cada seis mortes por coronavírus no país ocorre no Rio. Em julho, era um em cada 13 óbitos.
A vacinação ainda enfrenta problemas de escassez, e as pessoas imunizadas estão mais protegidas, mas ainda assim podem pegar e transmitir o vírus.
Por tudo isso é que estão mantidas as orientações de uso de máscara, limpeza das mãos e o distanciamento social. Só que são medidas de proteção que estão ignoradas por multidões que têm lotado as ruas.
Moradores de Botafogo dizem que ficam preocupados com cenas frequentes de aglomerações e que isso não ocorre apenas nos feriadões.
“Desde julho, de quinta a sábado aglomeram muitas pessoas, com ambulantes, caixa de som, um som muito alto, que é impossível dormir. É um barulho ensurdecedor. Nós fechamos todas as janelas de casa e o barulho é um batidão. Muita gente falando, falando alto, gritando, ininterruptamente até 6 horas da manhã”, diz um morador.
Com medo, moradores preferem não se identificar. “Estamos vivendo noites horríveis causadas pelas desordens dos bares nas ruas da Passagem, Álvaro Rodrigues e adjacências. De quinta a domingo, fecham as ruas, calçadas e garagens”, diz.
Os moradores dizem que tentaram acionar a prefeitura e a Polícia Militar, mas que nada foi resolvido.
“Foram diversos contatos que já fizemos, formais, com protocolo, polícia, guarda municipal, prefeitura, subprefeitura daqui de Botafogo, da Zona Sul, e nada, nada acontece. O carro da polícia obriga quem denunciou a descer, expondo o morador e diz que não pode fazer nada. Vem até o local e diz que não pode resolver nada”, diz o morador.

- Advertisement -

Conecte

0FansLike
7FollowersFollow