22.3 C
Canoas
HomeRio de JaneiroVizinhos da Floresta da Tijuca protestam contra derrubada de árvores para construir...

Vizinhos da Floresta da Tijuca protestam contra derrubada de árvores para construir prédio

Mobilização conseguiu quatro mil assinaturas contra o empreendimento. Moradores contaram que, após corte de árvores, viram animais deixarem a região. Moradores da Tijuca fazem protesto contra derrubada de quase 400 árvores de uma área, próxima à Floresta da Tijuca
Moradores da Tijuca, na Zona Norte do Rio, decidiram protestar contra a construção de um empreendimento em uma área verde, vizinha à Floresta Nacional da Tijuca.
Em três dias, mais de quatro mil assinaturas foram recolhidas pelos moradores, que tentaram contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Até agora, no entanto, não tiveram uma resposta.
Uma área que tem quase 400 árvores começou a ser cortada na terça-feira (31). Moradores contaram que assistiram cenas tristes dos animais fugindo do terreno.
“Eram todos os passarinhos indo direto para as varandas. Um tucano que conseguiu entrar não conseguiu sair desesperado, macaquinhos gritando. Vão invadir uma área que é deles, habitat deles. A preocupação é com animais e flora que têm dentro desse terreno”, contou Beatriz Clevelário, moradora e síndica de um prédio.
A mobilização, após conseguir as assinaturas, vai chegar ao MPRJ, segundo o engenheiro Jaime Salomão.
“Todos os moradores estão rigorosamente revoltados com o que estamos vendo aqui, tucano desesperado, macacos à noite, lamentando que não tem habitat deles, pássaros também. Demos entrada no MPRJ e estamos esperando distribuição dentro do MPRJ para ver seguir. Basta de destruição! ”, afirmou, sob aplausos dos vizinhos, durante um protesto nesta sexta-feira (3).
A obra é da Opportunity, através de um fundo de investimento imobiliário. A empresa tem licença ambiental da prefeitura para construção do residencial.
“Do ponto de vista da vegetação, com certeza absoluta o resultado vai ser muito positivo para a fauna existente ali naquele local, e no entorno da floresta da Tijuca. Na hora que reintroduzirmos algumas espécies importantes ali, a própria fauna vai se incumbir de fazer a disseminação dessas sementes por outras áreas da floresta”, afirmou Marcelo de Carvalho Silva, sócio administrativo da empresa.
A cidade do Rio de Janeiro, em 2020, liderava o ranking de desmatamento no Estado.
A cidade do Rio lidera o ranking de desmatamento no estado
Na lista de exigências da secretaria municipal do meio ambiente, está a busca ativa de ninhos de pássaros, que impedem a retirada das árvores antes da eclosão dos ovos, e a proibição do extermínio de colmeias. A lista também exige o plantio de 2,8 mil mudas como medida compensatória.
“Fico muito triste e pediria a colaboração de todos aí para que possam nos ajudar. Não justifica essa devastação”, pediu Beatriz.
Em nota, a Prefeitura do Rio diz que os critérios técnicos usados para concessão de licença seguem a legislação vigente, e que Secretaria de Meio Ambiente acompanha todos os processos no pós-licença.
De acordo com a prefeitura, cabe ao empreendedor cumprir as 32 condições impostas pra que consiga o habite-se. Ainda segundo o poder municipal, a licença é condicionada a obrigações como o manejo de fauna e o plantio de 2.805 árvores.

- Advertisement -spot_img

Conecte

0FansLike
7FollowersFollow