19 C
Canoas
Home Economia Dólar fecha no maior patamar desde maio, com mercado de olho no...

Dólar fecha no maior patamar desde maio, com mercado de olho no cenário político


Nesta segunda-feira, moeda norte-americana fechou em alta de 0,65%, a R$ 5,2791. Notas de dólar e real em casa de câmbio no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira *4)
REUTERS/Bruno Domingos
O dólar fechou em alta de 0,65%, cotado a R$ 5,2791, nesta segunda-feira (16), no maior patamar desde 26 de maio (R$ 5,3127), pressionado pela força da moeda norte-americana no exterior e pelo recorrente clima de instabilidade político-fiscal no plano doméstico.

No mês, a moeda norte-americana tem alta de 1,33%. No ano, o avanço é de 1,77% ante o real. Veja mais cotações.
Já o Ibovespa recuou 1,66% nesta segunda-feira, aos 119.180 pontos.
Cenário
No exterior, dados os investidores monitoravam a tensão geopolítica no Afeganistão e reagiam a dados decepcionantes da economia chinesa.
O crescimento da produção industrial e das vendas no varejo da China desacelerou com força em julho e ficou abaixo das expectativas em julho, ampliando os sinais de que a recuperação econômica está perdendo força.
Por aqui, os analistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de inflação em 2021 pela décima nona semana seguida, para 7,05%, segundo a pesquisa Focus do Banco Central. Já a projeção para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) no ano foi reduzida para 5,28%. Para 2022, o mercado baixou a previsão de alta do PIB de 2,05% para 2,04%.
O mercado também elevou de 7,25% para 7,50% ao ano a previsão para a Selic no fim de 2021 e de 2022. Para a taxa de câmbio, a projeção para o fim de 2021 permaneceu em R$ 5,10 por dólar.
Analistas têm destacado que a perspectiva de novos aumentos na taxa básica de juros em meio à escalada das tensões políticas internas e das incertezas fiscais inibem uma valorização do real frente ao dólar.
A proposta de parcelamento dos pagamentos de precatórios, encaminhada pelo governo ao Congresso, elevava as dúvidas sobre a capacidade da União de honrar suas obrigações e respeitar o teto de gastos, enquanto a tensão política atrapalhava o avanço de reformas importantes no Legislativo, disse à Reuters Alexandre Almeida, da CM Capital. “Tudo isso traz volatilidade para o mercado, o que tem impacto no dólar.”
Variação do dólar em 2021
G1

- Advertisement -

Conecte

0FansLike
7FollowersFollow