12.7 C
Canoas
Home Rio de Janeiro Vídeo: Iaserj atende com salas mofadas e equipamentos empoeirados

Vídeo: Iaserj atende com salas mofadas e equipamentos empoeirados

Imagens feitas dentro do prédio do instituto mostram andares desativados. O antigo ambulatório tem móveis, macas e materiais hospitalares entulhados e empoeirados. Parte do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio (Iaserj), em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, está em péssimo estado de conservação, com buracos no teto, infiltração, lodo e equipamentos cheios de sujeira. A oferta de serviços na unidade também foi reduzida.
O abandono chama atenção do lado de fora e de dentro do prédio. A infiltração tomou conta da estrutura e transformou parede em vaso de planta.
Imagens feitas dentro do prédio do instituto mostram os andares desativados.
O antigo ambulatório tem móveis, macas e materiais hospitalares entulhados e empoeirados.
O chão dos consultórios está cheio de lodo, e os vazamentos parecem cachoeiras.
O que restou do teto parece que vai desmoronar a qualquer momento. São muitas rachaduras.
O elevador foi desativado e só ficou o poço.
Na sala da odontologia, quase não dá mais para identificar a cadeira do dentista, que virou sucata.
O hospital é, na verdade, o que sobrou do instituto que oferece serviços ambulatoriais para os servidores do estado.
De acordo com o Portal da Transparência, há mais de 430 mil servidores cadastrados.
O RJ tem duas unidades ambulatoriais do Iaserj — uma em Niterói e outra no Maracanã — e o Hospital Eduardo Rabello, em Senador Vasconcelos.
O prédio tem seis andares, mas apenas o térreo está funcionando. E mesmo assim, com uma capacidade reduzida.
Há seis profissionais trabalhando: um neurologista, uma psicóloga, dois ginecologistas e duas assistentes sociais.
“Associado do Iaserj de Niterói, Maricá, Itaboraí, esses municípios do lado de cá dependem desse aqui, mas chega aqui e só tem poucas especialidades, uma coisa que tinha tudo. Isso aqui tinha tudo, era coisa de primeiro mundo”, diz o paciente Sérgio Luiz da Silva.
O que diz a Secretaria Estadual de Saúde
A Secretaria Estadual de Saúde disse que o Iaserj não é mais exclusivo aos servidores do estado, e pode atender toda a população.
Sobre o péssimo estado de conservação, a secretaria afirmou que está fazendo um levantamento para começar um programa de recuperação das unidades da rede estadual e que o Iaserj vai reabrir para internações até o fim de agosto.

- Advertisement -

Conecte

0FansLike
7FollowersFollow